Tabela Salarial PMMG – Polícia Militar Minas Gerais

Para quem deseja saber a tabela salarial da Polícia Militar Minas Gerais (PMMG 2015), segue os dados abaixo com os valores aproximados conforme os reajustes anunciados.

Este valor é válido para o mês de Abril com reajuste de 15%.

  • Cel PM – R$26.819,81;
  • Ten. Cel. PM – R$24.191,80;
  • Maj. PM – R$21.562,95;
  • Cap. PM –  R$ 19.959,67;
  • 1ª Ten. PM –  R$17.143,14;
  • 2 ª Ten PM –  R$15.086,87;
  • Sub Ten PM –  R$13.552,14;
  • 1ª Sgt PM –  R$12.078,18;
  • 2ª Sgt PM – R$10.543,47;
  • 3ª Sgt PM –  R$9.303.52;
  • Cb PM –  R$8,063,64;
  • Sd PM – R$6.967,33;

Este reajuste da tabela salarial foi feito pelo Governo de Minas Gerais, com isto ele atingiu os policiais civis, militares e bombeiros.

O anúncio foi feito em 2011, com isto foi estabelecida uma política remuneratória para o setor de segurança pública do Estado.

Diante disso, estes reajustes valeram para os s integrantes das polícias Civil e Militar e do Corpo de Bombeiros serão concedidos em etapas, de acordo com o seguinte cronograma:

  • Data de vigência: 1º de dezembro de 2011 – Percentual de reajuste de 7%;
  • Data de vigência: 1º de Outubro de 2012 – Percentual de reajuste de 10%;
  • Data de vigência: 1º de Agosto de 2013 – Percentual de reajuste de 13%;
  • Data de vigência: 1º de Junho de 2014 – Percentual de reajuste de 15%;
  • Data de vigência: 1º de dezembro de 2014 – Percentual de reajuste de 12%;
  • Data de vigência: 1º de Abril de 2015 – Percentual de reajuste de 15%;

Estes reajustes foram enquadrados na Lei de Responsabilidade Fiscal e serão extensivos aos setores administrativos das corporações e aos agentes dos sistemas prisional e socioeducativo, conforme declarou a Agência Minas.

Sobre Polícia Militar Minas Gerais (PMMG)

A Polícia Militar do Estado de Minas Gerais (PMMG) tem como função a preservação da ordem pública no estado brasileiro de Minas Gerais.

Diante disso, hierarquicamente ela é vinculada ao Comando Geral da Corporação, o Comando de Policiamento da Capital – CPC (Primeira Região da Polícia Militar), com sede na cidade de Belo Horizonte na qual é responsável pelo policiamento na capital mineira. Com isto possui subordinados ao CPC, 8 Batalhões da Polícia Militar, sendo eles:

  • 1º Batalhão da Polícia Militar, o tradicional BG (Batalhão de Guardas), situado no bairro de Santa Efigênia, é o responsável pelo policiamento no Hipercentro da Capital Mineira (região compreendida dentro da Avenida do Contorno), e é subdividido em cinco companhias operacionais sendo:
  • 1ª Cia Tático Móvel, responsável pelo policiamento especializado e de recobrimento das demais Companhias da área;
  • 3ª Cia Especial, responsável pelo policiamento na região hospitalar e do Bairro Floresta;
  • 4ª Cia Especial, responsável pelo policiamento na região da Savassi e parte do Bairro Lourdes;
  • 5ª Cia Especial, responsável pelo policiamento na região do Barro Preto, Santo Agostinho e parte do Lourdes;
  • 6ª Cia Especial, responsável pelo policiamento no Hipercentro de Belo Horizonte;
  • 5º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Gameleira, é o responsável pelo policiamento de parte da região Oeste de Belo Horizonte.
  • 13º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Planalto, é o responsável pelo policiamento de parte da região Norte de Belo Horizonte (região de Venda Nova).
  • 16º Batalhão da Policia Militar, situado no bairro de Santa Tereza, é o responsável pelo policiamento de parte da região Leste de Belo Horizonte.
  • 22º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Santa Lúcia, é o responsável pelo policiamento de parte das regiões Leste, Sul e Oeste de Belo Horizonte.
  • 34º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Caiçara, é o responsável pelo policiamento da região da Pampulha.
  • 41º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro Barreiro de Baixo, é o responsável pelo policiamento da região do Barreiro.
  • 49º Batalhão da Polícia Militar, situado no bairro São João Batista, é o responsável pelo policiamento de parte da região Norte de Belo Horizonte (região de Venda Nova).

Biomedicina Salário Mínimo do Cargo – Piso Salarial

A biomedicina possui um salário mínimo do cargo, considerado alto, portanto o seu piso salarial é um dos valores que estão logo entre os cursos bem pagos.

Para os alunos que desejam cursar Biomedicina, anteriormente ela era conhecida como Ciências Biológicas, assim é uma Modalidade Médica que fica entre a Biologia e a Medicina.

Esta profissão pesquisa e faz o diagnóstico de doenças que podem afetar os seres humanos, além de conseguir identificar as causas e também trazer um apoio para o desenvolvimento e tratamento destas doenças.

Através disto o Biomédico pode pesquisar identificar e também classificar os microrganismos causadores de enfermidades e desenvolver ou aprimorar os medicamentos e vacinas para combater e prevenir estas doenças.

As principais funções da Biomedicina são:

  • Realizar exames clínicos e assinar laudos diagnósticos;
  • Pesquisar o sistema de defesa do organismo para desenvolver medicamentos e vacinas;
  • Pesquisar mecanismos de transmissão de caracteres hereditários e o papel dos genes;
  • Fazer análises físico-químicas e microbiológicas para diversos fins (saneamento, segurança alimentar, entre outros);
  • Atuar na docência e pesquisa em instituições de ensino superior;
  • Exercer cargos de coordenação chefia, direção, supervisão, perícia e auditoria;

No mercado de trabalho é possível atuar em:

  • Clínicas;
  • Hospitais;
  • Universidades e Faculdades;
  • Laboratórios de análises clínicas e de diagnóstico por imagem;
  • Laboratórios e institutos de pesquisa;
  • Órgãos públicos de saúde e de vigilância sanitária;

Além disso, é possível atuar com equipes multidisciplinares, colaborando com outros profissionais da saúde, como farmacêuticos, médicos, biólogos e bioquímicos.

Piso Salarial e Salário Mínimo Biomedicina

Esta profissão não possui um piso salarial nacional unificado, porém, o salário mínimo profissional recomendado varia de acordo com as convenções e acordos coletivos do sindicato de cada estado.

Conforme o acordo coletivo entre o Sindicato dos Biomédicos do Estado de São Paulo e o Sindicato dos Hospitais, Clínicas, Casas de Saúde, Laboratórios de Pesquisas e Análises Clínicas do Estado de São Paulo (SINDHOSP) que estabelece o piso salarial de R$ 1.840,00 para biomédicos que são contratados em estabelecimentos de saúde que possui até 50 empregados e de R$ 2.000,00 para aqueles que trabalham em estabelecimentos de saúde com 51 empregados ou mais.

Piso Salarial Biomedicina
Piso Salarial Biomedicina

No Sindicato dos Biomédicos no Estado de Goiás estabelece os seguintes pisos salariais, de acordo com a carga horária:

  • R$ 1.215,52 para 24 horas semanais;
  • R$ 1.821,12 para 36 horas semanais;
  • R$ 2.225,60 para 44 horas semanais;

Já em Pernambuco, o sindicato definiu uma categoria fixa para o piso salarial dos biomédicos devido ao alto número de profissionais de nível superior, independente das formações com isto é:

  • Nível I: piso de 1.298,00 para empresas com até 6 profissionais de nível superior;
  • Nível II: piso de R$ 1.659,00 para empresas com 7 a 9 profissionais de nível superior;
  • Nível III: piso de R$ 1.905,00 para empresas com mais de 9 profissionais de nível superior;

Média salarial

Conforme o site de empregos Catho, um biomédico ganha entre R$ 1.500,00 e R$ 2.650,00 e a média salarial nacional é de R$ 1.957,58.

Um analista de farmacovigilância tem média salarial de R$ 3.201,55, um supervisor de laboratório ganha em média R$ 3.085,93 e um estagiário em ciências biomédicas tem média salarial nacional de R$ 623,64.