Serviço Social Salário Mínimo do Cargo – Tabela Salarial

O serviço social possui salário mínimo, porém, a tabela e o piso salarial podem variar conforme a sua formação.

Em todo caso, quem trabalha com o serviço social, precisa profissionalizar- se em assistente social. Com isto ele atua com a função de defender os direitos humanos assim como ter acesso sobre as políticas sociais como saúde, educação, previdência social, assistência social e cultura.

O trabalho de um assistente social serve para a população que possui baixa renda, desta forma é possível trabalhar os seus direitos, diante disso, quem atua como serviço social pode fazer:

  • Planejamento, execução e coordenação de programas e projetos sociais;
  • Estudos e pesquisas sobre a realidade social;
  • Elaboração de pareceres sociais;
  • Análise, diagnóstico e proposição de políticas sociais;
  • Assessoria e consultoria de instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e movimentos sociais;
  • Orientação de indivíduos e grupos quanto aos seus direitos sociais;
  • Realização de avaliação socioeconômica de indivíduos para acesso a benefícios e serviços sociais;
  • Ensino e pesquisa em instituições de ensino superior;

Atualmente os órgãos públicos municipais, estaduais e federais das áreas de saúde, assistência social e previdência social são aqueles que empregam os assistentes sociais (serviço social) diante disso, para exercer esta profissão é necessário cursar a graduação em Serviço Social e obter o registro no Conselho Regional de Serviço Social do estado onde trabalha.

Salário Mínimo do Cargo Serviço Social

Piso salarial para cargo de serviço social
Piso salarial para cargo de serviço social


Estes trabalhadores não possuem um piso salarial unificado, porém, existe um projeto de lei em tramitação, o PL 5278/2009, que garante fixar o piso salarial de assistentes sociais em R$ 3.720,00 para uma jornada de 30 horas semanais.

Em todo caso, o Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) possui uma referência para cobrança de honorários de assistentes sociais que trabalham sem vínculo empregatício (consultoria, assessoria e parecer social, entre outros). A Tabela Referencial de Honorários de Serviço Social (TRHSS) fixa o valor mínimo a ser cobrado para Hora Técnica de acordo com a formação do assistente social:

  • Assistente Social com graduação: R$ 105,62 (a hora técnica)
  • Assistente Social com especialização: R$ 118,62 (a hora técnica)
  • Assistente Social com mestrado: R$ 149,49 (a hora técnica)
  • Assistente Social com doutorado: R$ 169,00(a hora técnica)

Média Salarial Serviço Social

Quem é formado em serviço social trabalha como assistentes sociais no setor público, segundo o Conselho Federal de Serviço Social. Diante disso, a média pode variar devido à titulação, tempo de experiência, área de atuação, especialidade, órgão onde está empregada a localização.

Um exemplo é um concurso da Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), finalizado em julho de 2014, ofereceu salário inicial (antes de gratificações e adicionais) de R$ 3.282,93 para 180 horas mensais de trabalho. A prefeitura de Osasco (SP) abriu concurso para assistente social com salário inicial de R$ 3.553,83 para jornada de 30 horas semanais.

Já no site de empregos Catho divulga a média salarial nacional e o piso salarial pode variar conforme cargos ocupados por assistentes sociais na iniciativa pública e privados. Seguem alguns exemplos:

  • Conselheiro Tutelar: R$ 1.272,17;
  • Assistente Social: R$ 2.268,82;
  • Consultor de Responsabilidade Social: R$ 2.311,81;
  • Analista de Responsabilidade Social: R$ 2.733,51;
  • Analista de Serviço Social: R$ 2.901,33;
  • Orientador Sócio Educativo: R$ 1.275,57;
  • Coordenador de Projeto Social: R$ 3.559,96;
  • Coordenador de Responsabilidade Social: R$ 4.843,12;
  • Gerente de Responsabilidade Social: R$ 7.387,27;

Salário Mínimo Aumentou – Confira Novo Piso

Diferentemente dos outros estados do país, São Paulo aprovou um piso salarial próprio.

Com o a votação do projeto de lei do Orçamento para o ano que vem aprovados, fica também decido quanto será o salário mínimo no ano seguinte. Enquanto o Congresso Nacional aprovou o seu projeto de lei que prevê o valor de R$ 724 no ano que vem, os paulistas terão o mínimo de R$810.

Não é a primeira vez que isso acontece: já há alguns anos o salário nesse estado é maior que a média nacional.

Em 2012 o Orçamento da União previa um piso de R$678 em 2013, o estado governado mais rico do país reajustava o seu para R$ 765.

Como os valores tem ajustes similares, é bastante provável que essa diferença se mantenha ao longo dos anos.

Não é difícil explicar como e por que o valor do estado é diferente –e maior- do que o do resto do país.

Para isso, é preciso ressaltar de antemão que tal valor não envolve questões de bondade ou apenas o fato de o estado ser mais rico que os outros. Vamos explicar as razões de este valor.

Por Que Tão Alto o Salário Mínimo?

Salário Mínimo
Salário Mínimo

Apesar do aumento do valor do piso, é necessário saber quanto realmente o empregado vai ter “a mais”, isto é, qual o valor de aumento real.

Esse número é extremamente importante para uma economia emergente como a brasileira, que vê seu consumo crescer.

Para que o consumo cresça, é necessário que o poder de compra do trabalhador também suba. E o principal agente para impedir isso tem nome: inflação.

A inflação, que é a queda do poder de compra, é quem tira grande parte do sentido de um aumento do salário mínimo.

Se algo que há um ano custava R$ 10 hoje custa R$ 12, é de se entender que, se o que se ganha não sobe, em breve não servirá para nada.

E São Paulo, sendo o maior produtor e consumidor de bens e serviços do país, é muito mais suscetível aos efeitos deste fenômeno.  

O aumento de preços, se não combatido, pode ser remediado com o aumento do valor recebido.

Outra razão para um salário desta magnitude é o custo de vida. São Paulo é largamente reconhecida como uma das capitais mais caras do continente e o fato se repete nas grandes cidades do interior e, em menor escala, no estado inteiro.

Morar em São Paulo é mais caro e exige mais capital do que em outros estados. Por exemplo: os custos básicos de um indivíduo morador da capital paulista (moradia, vestuário, alimentação e lazer) é suprido com dificuldades com esse valor.

Mas esta mesma quantia, por exemplo, não teria problemas em satisfazer as mesmas necessidades de um morador de Belém ou João Pessoa.

Por último é necessário lembrar que esse novo valor do salário mínimo é definido apenas para os trabalhadores do serviço público estadual, que são cobertos pelo orçamento.

No final das contas é necessário não se maravilhar com o aumento de 7% no piso do funcionalismo estadual.

Como o índice que mede a inflação em 2014 chegou a quase 6%, o ganho real fica em pouco mais de 1% – o aumento em si. Por isso cuidado, já que nem tudo poderão ser flores no seu próximo holerite.

Tabela Salarial Marketing

Pesquisa realizada mostra que o salário pago para um profissional que atua na área de Marketing e Vendas, varia entre R$ 2 mil (atuantes na área com menos de 2 anos de experiência, e trabalhando em uma pequena ou média empresa, que no caso são Especialistas de comunicação) e R$ 50 mil (atuantes na área com mais de 15 anos de experiência trabalhando em uma grande empresa, neste caso são Diretores Comerciais).

Na tabela abaixo, confira os pisos salariais praticados por profissionais de Marketing e Vendas.

Os valores mais baixos de cada cargo se referem a pequenas e médias empresas. E os salários mais altos, por sua vez, dizem respeito às grandes empresas. Tabela salarial marketing.

Tabela Salarial Marketing
Tabela Salarial Marketing

Os salários estão divididos por tempo de experiência do profissional:

Cargo Porte da
empresa*
0 – 2 anos3 – 5 anos6 – 9 anos>10 anos
Gerente Geral P/M24.000 – 30.00027.000 – 35.00030.000 – 47.00035.000 – 70.000
G    
Diretor Comercial P/M18.000 – 25.00020.000 – 29.00025.000 – 32.00030.000 – 42.000
G21.000 – 28.00025.000 – 33.00030.000 – 40.00035.000 – 55.000
Diretor de Marketing P/M15.000 – 20.00017.000 – 22.00018.000 – 24.00019.000 – 30.000
G19.000 – 25.00021.000 – 27.00023.000 – 30.00025.000 – 45.000
Gerente Nacional de Vendas P/M12.000 – 17.00015.000 – 20.00018.000 – 23.00020.000 – 30.000
G15.000 – 20.00018.000 – 25.00023.000 – 28.00025.000 – 35.000
Gerente Regional de Vendas / Comercial P/M9.000 – 12.00010.000 – 16.00014.000 – 18.00017.000 – 25.000
G11.000 – 15.00013.000 – 18.00017.000 – 22.00020.000 – 30.000
Gerente de Desenvolvimento de Negócios P/M7.000 – 11.00010.000 – 16.00012.000 – 20.00013.000 – 23.000
G9.000 – 15.00011.000 – 17.00013.000 – 22.00015.000 – 25.000
Gerente de Marketing P/M7.000 – 12.0009.000 – 14.00010.000 – 16.00011.000 – 19.000
G10.000 – 16.00012.000 – 18.00014.000 – 20.00012.000 – 20.000
Gerente de Inteligência de
Mercado / Planejamento Estratégico
 P/M8.000 – 11.0009.500 – 13.00011.000 – 17.000 
G12.000 – 16.00013.500 – 19.00016.000 – 21.50020.000 – 25.000
Gerente de Trade Marketing P/M7.000 – 10.0008.000 – 12.0009.000 – 15.00012.000 – 20.000
G7.000 – 12.0009.000 – 16.00014.000 – 20.00015.000 – 26.000
Gerente de Produto P/M6.000 – 8.0006.500 – 8.5007.000 – 10.0008.000 – 14.000
G6.500 – 12.0008.000 – 14.00010.000 – 16.00012.000 – 23.000
Coordenador de Marketing / Comunicação P/M4.000 – 5.5005.000 – 7.0006.500 – 9.0007.500 – 11.000
G5.000 – 7.0006.000 – 8.0007.000 – 11.0009.000 – 12.000
Coordenador de Inteligência de Mercado P/M5.000 – 7.0006.500 – 8.5007.500 – 10.0008.500 – 12.500
G6.500 – 8.0007.500 – 9.0008.500 – 11.0009.000 – 13.500
Executivo de Vendas P/M5.000 – 8.0007.000 – 11.5009.000 – 13.50010.500 – 17.000
G7.500 – 10.0009.000 – 12.50011.000 – 15.00013.500 – 19.000
Analista de Marketing P/M2.500 – 4.5003.500 – 5.0004.500 – 6.0005.500 – 7.500
G2.500 – 5.0004.000 – 6.5005.500 – 7.5006.500 – 8.500
 *Pequena e média empresa – até R$ 500 milhões de faturamento ao ano / Grande empresa – a partir de R$ 500 milhões de faturamento ao ano (Fonte:Exame.com)
 

 Todos os anos surgem novas tabelas salariais, e, encontram-se ótimos salários, mas o que acontece é que uma grande parte da população nem mesmo chega a receber metade deste valor como remuneração pelo seu serviço prestado.

Tabela Salarial Programador

No estado de São Paulo, o Sindicato dos trabalhadores de Tecnologia da Informação (Sindcp) reivindica a criação de três novos pisos salariais para programadores.

Desde o início deste mês há uma proposta sendo discutida com os representantes das empresas do setor, que prevê um salário, de no mínimo R$ 1,5 mil para programadores, R$ 2 mil para analistas e R$ 3,5 mil para os gerentes.

“Acho difícil que o sindicato patronal aprove. Essa seria uma forma de criar parâmetros mínimos para o mercado”, diz o presidente do Sindpd, Antonio Neto.

Os valores propostos foram calculados com base na média salarial praticada no estado. “Sabemos que as empresas estão propícias à criação de pisos [salariais], mas essa é uma necessidade do setor”, destaca Neto.

Tabela Salarial Programador Salário

A proposta que o Sindpd apresentou – sendo parte da negociação do reajuste da tabela salarial nesta área – pede também um aumento dos valores dos pisos já existentes: de R$ 595,00 para office boy, de R$ 902,00 para digitador, de R$ 715,00 para trabalhadores administrativos e de R$ 1.000,00 para técnico em informática e help desk.

A partir desse ano, o sindicato pede ainda que  todos os trabalhadores do setor tenham direito a: auxílio refeição de R$ 300,00 e auxílio creche com reembolso de 50% para dependentes de até 72 meses de idade, PLR (Participação em Lucros e Resultados) de 80% do salário, mais parcela fixa de R$ 200,00.

Para programadores que prestam serviços às empresas existe uma tabela para o novo piso salarial do ano.

ProgramadoresPiso SalarialMaior SalárioMédia SalarialVar. % mês anterior
Sistemas inform. Júnior1.046,204.189,002.970,800
Sistemas inform. Pleno2.565,805.847,103.735,400
Sistemas inform. Sênior3.423,807.613,805.272,700

Tabela Salarial Telemarketing

A presidente Dilma Rousseff aprovou o aumento do piso salarial de diversos cargos, dentre eles está o Telemarketing:

Foi aprovada no dia 01 pela presidente Dilma Rousseff, o aumento do piso salarial na área de Telemarketing, e, o Aumento varia entre 75 a 285%, variando conforme os dados econômicos, a perspectiva da queda dos juros e o recuo da inflação.

“Esse aumento foi aplicado devido à estabilidade econômica e o crescimento do país, superando as perspectivas do governo”, segundo Dilma Rousseff.

Tabela Salarial de Telemarketing
Tabela Salarial de Telemarketing

Veja como ficou o novo piso salarial de atendentes de telemarketing:

  • Atendentes de Telemarketing (Grupo I – Auxiliares) R$ 816,00
  • Atendentes de Telemarketing (Grupo II – Prestadoras de Serviços, Temporários e Terceirizados.) R$ 816,00

Veja os principais itens da Convenção Coletiva de Trabalho

  • PLR no valor de R$ 305, em quatro parcelas;
  • Auxílio-creche para filhos até 18 meses de idade;
  • Auxílio-alimentação (vale-refeição) para todos os trabalhadores da categoria, e quem já recebe manterá o valor. Para quem ainda não tem o benefício, o valor será de R$ 60 por mês ou R$ 720 por ano;
  • Empréstimo (adiantamento de salário) em caso de auxílio doença/acidente em valor de até R$ 966.

Esses dois benefícios já são realidade em algumas empresas do setor e, agora, serão direito de todos os operadores de Telemarketing a possuir uma tabela salarial.

Ao longo dos anos, o acordo também tem o mérito de garantir a manutenção de todos os itens da Convenção Coletiva conquista, além de trazer novas conquistas, como o vale-refeição e a PLR para toda a categoria.

Alguns estados tem uma tabela salarial própria para essa categoria trabalhista:

Santa Catarina: R$ 867,00 

São Paulo: R$ 920,00

Rio de Janeiro: R$ 1.000,89

Tabela Salarial Secretárias / Secretariado

Foram anunciados os novos valores propostos para o Piso Salarial Regional em São Paulo. O Projeto de Lei (PL) altera as três faixas salariais de R$ 600, R$ 610 e R$ 620 para R$ 690, R$ 700 e R$ 710, respectivamente.

Desta maneira, a primeira faixa salarial para quem atua na área profissional como secretário(a), será reajustada em 15%, a segunda faixa em 14,75% e a terceira em 14,52%.

A estimativa é que o piso salarial dos secretários beneficie mais de 7,8 milhões de trabalhadores do estado.

O projeto será enviado para aprovação da Assembleia Legislativa durante os próximos dias.

Salário Mínimo Secretárias

Piso salarial de secretárias
Piso salarial de secretárias

Há outro projeto de lei que será enviado à Assembleia estabelece um piso salarial de R$ 720 para cerca de 32 mil servidores públicos estaduais. Atualmente o valor é de R$ 630,00.

Representantes das centrais sindicais participaram da discussão dos novos valores do piso junto com a Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho, antes do anúncio oficial.

“Durante alguns meses nós realizamos reuniões prévias para levarmos ao governador Geraldo Alckmin estes valores. Nosso compromisso é sempre manter um canal permanente de diálogo com o meio sindical”, explica o secretário do Emprego, Davi Zaia.

Que, segundo ele, estas reuniões com as centrais prosseguem em Abril, com objetivo de aperfeiçoar o piso salarial dos secretários, incluindo propostas de antecipação desses reajustes para coincidir com a data de vigência do salário mínimo nacional, em Janeiro.

Abaixo mostramos os valores médios pesquisados pelos sindicatos de secretárias e pelo FENASSEC:

BA
Técnico: R$ 800 à R$1.400,00
Executivo – R$ 1.400,00 a R$ 5.200,00

CE
Técnico em secretariado – R$ 850,00
Secretário Executivo – R$ 1.650,00

DF

Salário Médio
Técnico em Secretariado – entre R$ 573,00 a R$ 888,00
Secretária (o) Executiva (o) – entre R$ 1.368,00 a R$ 2.250,00

MT
Técnico em secretariado – R$ 700,00
Secretário Executivo – R$ 1500,00

MG
Técnico em secretariado – R$ 1.100,00
Secretário Executivo – R$ 1.800,00
Secretária bilingue – acima de R$ 2.500,00

PB
Técnico em secretariado – R$ 600,00 a R$ 800,00
Secretário Executivo – R$ 800,00 a R$ 1.500,00

PR
Técnica(o) em Secretariado:
profissionais de nível técnico em pequenas e médias empresas: de R$ 800,00 a R$1.500,00
em empresas de grande porte: de R$1.800,00 a R$ 2.800,00

Para Secretária(o) Executiva(o):
em empresas de porte médio: de R$1.200,00 a R$3.200,00
na empresa de grande porte: de R$3.500,00 a R$8.000,00

RJ

  • no mercado para profissionais de nível técnico: R$ 1052,00
  • na empresa de porte médio: R$ 1281,00
  • na empresa de grande porte: R$ 1683,00

Para Secretária Executiva:

  • no mercado a partir de: R$ 1904,00
  • na empresa de porte médio: R$ 2065,00
  • na empresa de grande porte atinge: R$ 7000,00

RR
Técnico em Secretariado – R$680,00 a R$ 920,00
Secretário Executivo – R$1.000,00 a R$ 2.350,00

RS
Técnico em Secretariado – Mínimo de R$ 1.000,00 (aumenta a partir da experiência)
Secretária Executiva – Mínimo de R$1.800,00 (com domínio de no mínimo um idioma, a partir de R$ 2.500,00)

SP
Secretária Português R$ 1500,00
Secretária Bilíngüe R$ 2500,00
Secretária Trilíngüe R$ 3500,00

Tabela Salarial de Empregadas Domésticas

Cada dia que passa está mais caro manter uma empregada doméstica de acordo com sua tabela salarial.

Mesmo que se reconheça a necessidade e o valor do serviço prestado, é difícil imaginar que o número de famílias que pode continuar a empregar esse tipo trabalho é cada vez menor.

E vale lembrar o cuidado que se deve ter com a regularidade das anotações e pagamento dos direitos trabalhistas.

As mudanças econômicas estão se refletindo no mercado de trabalho, que hoje abre para as mulheres novas opções, em atividades onde elas encontram mais reconhecimento e oportunidade de crescimento.

Tabela salarial para empregadas domésticas
Tabela salarial para empregadas domésticas

O Governo Federal o novo salário mínimo nacional que vai começar a valer a partir do dia 1º de Janeiro de 2016, o novo piso salarial nacional para empregadas domésticas agora é de R$ 779,79, tendo um reajuste de 7,71% comparado ao ano passado (2014).

Essa mudança já foi aprovada e já está em vigor, mas alguns estados brasileiros adotaram uma própria tabela salarial para empregadas domésticas.

Tabela Salarial Empregadas Domésticas por Estado

Salário Mínimo Brasil: R$ 880,00

  • PR: R$ 983,40 (R$ 4,47 / hora)
  • RJ: R$ 874,76 (R$ 3,98 / hora)
  • RS: R$ 868,00 (R$ 3,95 / hora)
  • SC: R$ 835,00 (R$ 3,80 / hora)
  • SP: R$ 905,00 (R$ 4,11 / hora)

Tabela Salarial de Professores

Os profissionais que atuam nas escolas e nas universidades como professores, tiveram seu piso salarial reajustado, e sua remuneração foi aumentada em 13,01% para o ano.

Governo Define Novo Piso Salarial para Professores

Conforme determina a lei que criou o piso salarial dos professores, o cálculo do reajuste foi baseado no crescimento do valor mínimo por aluno do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) neste mesmo período.

Tabela salarial para Professores
Tabela salarial para Professores

A lei declara que nenhum professor poderá receber menos do que o valor determinado por uma jornada de 40 horas semanais.

Questionada na Justiça pelos governadores, a legislação foi confirmada pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no ano passado.

Alguns federados argumentaram que não têm recursos para pagar o valor estipulado pela lei.

O dispositivo prevê que, nesses casos, a União complemente o pagamento do piso salarial dos professores, mas, desde 2008, nenhum estado ou município recebeu os recursos porque, segundo o MEC, não conseguiram comprovar a falta de verbas para esse fim.

Tabela Salarial dos Professores

Piso salarial na educação básica(válido a partir de 1º de janeiro de 2015)
educação infantil (em escolas que só possuem educação infantil)R$ 927,71*
educação infantil até o 5º ano do ensino fundamentalR$ 1.036,66*
6º ao 9º ano do ensino fundamentalR$ 1.078,88*
ensino médioR$ 1201,02*
ensino técnicoR$ 1142,24*
pré-vestibularR$ 1676,40*
* valores calculados para jornada semanal de 22 horas
  • Sobre o piso salarial devem ser aplicados 5% de hora-atividade. Professores aulistas também têm que calcular o descanso semanal remunerado (DSR).
  • O piso salarial dos professores mensalistas (até o 5º ano do ensino fundamental) refere-se a jornada máxima de 22 horas semanais.

Tabela Salarial de Profissionais de TI

Tabela Salarial de Profissionais de TI – Todos querem receber um salário no final do mês, e, é isso que motiva muita gente a acordar bem cedo e ir ao trabalho.

Essa motivação torna o homem mais digno de receber seu salário cada vez mais.

Quando se escolhe uma profissão levamos em conta a remuneração que esta traz, pois, numa época onde o dinheiro é o carro chefe de tudo não é crime pensar na remuneração que tal profissão te dará através de uma tabela salarial.

Tabela Salarial TI - Tecnologia da Informação
Tabela Salarial TI – Tecnologia da Informação

Cada profissão/carreira possui um tipo de salário mínimo, como por exemplo quem é da área de tecnologia, que tem a base de uma tabela salarial de TI – que é chamada de piso.

Lembramos também que o piso salarial está em constante mudança ano após ano e é sempre bom estar informado a respeito do piso salarial de cada profissão. Afinal, além de ter amor pela profissão é sempre bom receber uma boa remuneração pela função que vamos exercer.

Piso salarial TI – Tecnologia da Informação

Uma profissão que vem crescendo muito nos últimos anos, que é o TI (tecnologia da Informação).

Para os profissionais que atuam na área de TI no país, cursar um mestrado ou um MBA pode ser uma excelente opção.

Em média, um profissional de TI no Brasil com mestrado recebe o piso salarial de R$ 9.288, enquanto esse valor é de R$ 8.697 entre os que possuem MBA, e de R$ 5.971 para os que cursaram uma pós-graduação/especialização.

Já entre as pessoas que apresentam apenas o curso universitário em TI, o piso salarial fica em R$ 3.920,00, caindo para R$ 2.272 no caso dos que não concluíram a universidade.

Para chegar a esses valores, foi feita uma consulta com profissionais dos mais diversos níveis (assistentes, estagiários, consultores, supervisores, gerentes e diretores) em todo território nacional.

De acordo com o levantamento feito acima, hoje, um diretor de TI no País chega a receber, em média, R$ 15.354, enquanto que um gerente apresenta salário de R$ 9.043 e um supervisor apresenta rendimento de R$ 5.924.

Confira abaixo a tabela salarial para profissionais de TI

CargoPorte da
empresa*
0 – 2 anos3 – 5 anos6 – 9 anos>10 anos
Diretor de TI/ CIOP/M****
G20.000/27.00023.000/31.00026.500/40.00032.000/57.000
Gerente de TIP/M12.500/18.00015000/2100017000/2300019.500/33.000
G14.500/21.60017000/25.00019.000/28.50021.500/40.000
Gerente de Infraestrutura/TelecomP/M
G13.000/19.00014.500/23.00017.000/26.00020.500/35.000
Gerente de Sistemas/ DesenvolvimentoP/M
G13.000/19.50014.500/21.50016.500/24.00020.500/33.500
Gerente de Serviços/ OperaçõesP/M
G11.500/17.00013.000/19.00015.500/23.00018.000/33.500
Gerente de ProjetosP/M7.500/11.0008.500/12.0009.500/13.50010.000/18000
G9.000/12.50010.500/15.00012.000/18.00013.000/24.000
Coordenador de Infraestrutura/TelecomP/M6.500/9.0007.500/11.0008.500/12.00010.000/16.500
G7.000/10.0009.000/12.50010.000/15.50011.500/19.500
Coordenador de Sistemas/ DesenvolvimentoP/M6.500/9.0007.500/11.00010.000/12.00011.000/16.500
G8.000/11.0009.000/12.50011.500/15.50012.500/19.500
Coordenador Segurança/RedesP/M
G6.000/9.0008.000/12.50010.000/15.50010.000/18.000
Analista de Negócios/ ProcessosP/M4.000/6.5005.000/8.5007.500/14.0008.500/15.000
G4.500/7.5005.500/13.5009.000/17.00010.000/19.500
Analista de ERPP/M3.500/6.0005.000/9.0006.500/13.0008.500/16.500
G4.000/7.0005.500/13.5008.000/16.00010.000/18.500
Analista de Business IntelligenceP/M2.500/5.5003.500/7.0005.500/11.0008.500/15.000
G3.000/6.0004.500/9.0006.500/12.50010.000/17.000
Analista de Infraestrutura/TelecomP/M3.000/5.5004.000/7.0005.500/9.5008.000/14.000
G4.000/6.0005.000/8.5007.000/12.5009.000/17.000
Analista de sistemas/ desenvolvimentoP/M2.500/4.5003.500/7.5006.500/11.0008.500/15.000
G3.000/5.5004.500/9.5008.000/13.5009.500/17.000

*Pequena e média empresa – até R$ 500 milhões de faturamento ao ano / Grande empresa – a partir de R$ 500 milhões de faturamento ao ano

(Fonte: Exame.com)